Ao todo, autuações foram feitas em cinco locais, sendo três em Palmas e dois em Araguaína. A Polícia Federal autuou cinco estabelecimentos comerciais que utilizavam serviço irregular de segurança privada no Tocantins. Três dos locais autuados ficam em Palmas e outros dois em Araguaína. As ações são parte de uma operação nacional da PF que foi chamada de Segurança Legal V.
O objetivo desta operação é combater atividades de segurança irregular e clandestina. Pela lei brasileira é obrigatório que pessoas que oferecem este tipo de serviço tenham passado pelo curso de formação específico da PF.
Segundo a polícia, os estabelecimentos autuados tiveram suas atividades de segurança não autorizadas encerradas. Os proprietários devem apresentar defesa para que uma eventual multa possa ser avaliada.
A ação foi realizada em todos os estados brasileiros e também no Distrito Federal. A direção geral da corporação divulgou que em todo o país estava prevista a fiscalização de 565 estabelecimentos, entre casas noturnas, comércios, condomínios e outros. Esta ação é realizada desde 2017.
Em comunicado oficial, a PF avaliou que “a contratação de serviços clandestinos de segurança privada coloca em risco a integridade física de pessoas e o patrimônio dos contratantes, já que os ‘seguranças’ clandestinos não se submetem ao controle da Polícia Federal quanto aos seus antecedentes criminais, formação, aptidão física e psicológica.”.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins


Compartilhar:

Deixe seus Comentario